Mostrar 3338 resultados

Descrição arquivística
Com objeto digital Escritório de Representação no Rio de Janeiro
Previsualizar a impressão Hierarchy Ver:
Ofício de 3 de abril de 1821, de Silvestre Pinheiro Ferreira (1769-1846), ministro e secretário d...
Ofício de 3 de abril de 1821, de Silvestre Pinheiro Ferreira (1769-1846), ministro e secretário dos negócios estrangeiros e de guerra, a João Diogo Appleton, encarregado dos negócios dos Estado Unidos da América, referente à nota do referido encarregado, de 19 de março, acerca dos marinheiros João Levell e João Hughes, que foram entregues aos cuidados do Vice-Cônsul americano. Quanto ao marinheiro Joze Baldía, que estava cumprindo sentença, foi posto à disposição de João Diogo.
Despacho de 19 de novembro de 1821, de Francisco José Vieira, ministro dos negócios estrangeiros ...
Despacho de 19 de novembro de 1821, de Francisco José Vieira, ministro dos negócios estrangeiros do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, endereçada a P. Sartoris, Cônsul Interino no Rio de Janeiro, na qual acusa recebimento da carta oficial do referido Cônsul, de 14 de novembro, em que representa a favor do comércio dos Estados Unidos contra uma providência do governo do Príncipe Regente acerca dos direitos, já existentes, sobre a farinha de trigo importada do país americano.
Despacho de 24 de outubro de 1821, de Francisco Vilela Barbosa (1769-1846), Visconde de Paranaguá...
Despacho de 24 de outubro de 1821, de Francisco Vilela Barbosa (1769-1846), Visconde de Paranaguá, endereçada a Condy Raguet (1784-1842), Cônsul dos Estados Unidos da América, no qual comunica que o ministro e secretário dos negócios da fazenda expediu as ordens necessárias para que os objetos do referido Cônsul sejam entregues.
Ofício de 7 de abril de 1821, de Silvestre Pinheiro Ferreira (1769-1846), ministro e secretário d...
Ofício de 7 de abril de 1821, de Silvestre Pinheiro Ferreira (1769-1846), ministro e secretário dos negócios estrangeiros e de guerra, a João Diogo Appleton, encarregado dos negócios dos Estados Unidos da América, comunicando a ordem para que o Cônsul Woodbridge Odlin, nomeado para a Província da Bahia, possa exercer suas funções consulares.
Ofício nº 36 (duplicata) de 30 de março de 1816, de Francisco José Maria de Brito (1760-1825), a ...
Ofício nº 36 (duplicata) de 30 de março de 1816, de Francisco José Maria de Brito (1760-1825), a Fernando José de Portugal, marquês de Aguiar, abordando, dentre os assuntos, o casamento de Carlos Fernando de Artois, Duque de Berry, com a Princesa Carolina das Duas Sicílias, o orçamento dos Negócios Estrangeiros para as despesas extraordinárias do casamento, o Tratado de Paz de 20 de novembro de 1815 e outros assuntos da administração política.
Ofício nº.2 de 10 de julho de 1814, endereçado a Miguel Pereira Forjaz (1769-1827), abordando, de...
Ofício nº.2 de 10 de julho de 1814, endereçado a Miguel Pereira Forjaz (1769-1827), abordando, dentre outros assuntos, o envio de um maço de despachos para D. Pedro José Joaquim Vito de Meneses Coutinho (1775-1823), 6º Marquês de Marialva, 8° Conde de Cantanhede, e um ofício para Francisco José Maria de Brito (1760-1825), encarregado de negócios de Portugal em Paris e, a partir de 1817, ministro plenipotenciário de Portugal na França.
Ofício de 13 de janeiro de 1821, de Lesseps, dirigido a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão...
Ofício de 13 de janeiro de 1821, de Lesseps, dirigido a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual anuncia a chegada de dois brigues de guerra ingleses e um navio português vindos do Rio de Janeiro em uma viagem de 34 dias.
Cópia da carta de 8 de fevereiro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França n...
Cópia da carta de 8 de fevereiro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçada a Lesseps, na qual comunica a decisão do Rei de enviar D. Pedro a Portugal sob o título de primeiro oficial militar da Coroa para governar o Reino, a princesa Leopoldina não o acompanharia já que estava no nono mês de gravidez. Conclui que o sucesso da missão para qual o príncipe foi designado dependeria dos nomeados para acompanhá-lo. Diz que a viagem foi anunciada oficialmente por uma nota datada de 7 de fevereiro escrita por Pedro de Sousa e Holstein (1781-1950), Conde de Palmela.
Despacho de 4 de março de 1821, de Jacques-Marie Aymard (s.d.-1837), Conde de Gestas, no qual ver...
Despacho de 4 de março de 1821, de Jacques-Marie Aymard (s.d.-1837), Conde de Gestas, no qual versa sobre um relatório, enviado em novembro de 1820, resumindo a situação política no Brasil. Analisando o dito relatório, o Conde constata que seria fácil prever a influência que as mudanças ocorridas em Portugal causariam no Brasil. Diz que a revolução liberal do dia 10 de fevereiro ocorridas na Bahia confirma esta conclusão, e relata que quando as notícias da revolução chegaram ao Rio de Janeiro, o governo prontamente publicou os decretos nº 1 e nº 2, os quais informa estar enviando em anexo.
Despacho nº 22, de 8 de maio de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Br...
Despacho nº 22, de 8 de maio de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual informa que os ministros da Sardenha, da Prússia e da Rússia partiram para Lisboa com suas respectivas legações, assim como o encarregado de negócios da Dinamarca. Relata que todos deixaram aqui Cônsules ou Vice-cônsules.
Despacho nº 101, de 10 de maio de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no ...
Despacho nº 101, de 10 de maio de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual anuncia a chegada da Divisão Naval Francesa, comandada pelo contra-almirante Jurien, ao Rio de Janeiro em 7 de abril. Comunica o pedido de D. João de partir para Lisboa escoltado por navios franceses. Maler relata que atendeu o tal pedido, mas as embarcações não estavam preparadas para partir naquele momento.
Despacho nº 106, de 26 de maio de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no ...
Despacho nº 106, de 26 de maio de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual comunica a eleição, no dia 21 de maio, de cinco deputados e dois substitutos para representar a Província do Rio de Janeiro nas cortes de Lisboa. Foram eleitos pelos quinze votantes, na qualidade de deputados: Luís Nicolau Fagundes Varella, com 11 votos; João Soares de Lemos Brandão, com 8 votos; D. Francisco de Lemos, com 8 votos; D. José Joaquim da Cunha de Azevedo Coutinho, com 11 votos; Luiz Martins Basto, com 11 votos, e na qualidade de suplentes, foram eleitos: Custódio Gonçalves Ledo, com 8 votos; Francisco Vilella Barbosa, com 13 votos. Informa também o envio, em anexo, do decreto de 21 de maio relativo ao direito de propriedade.
Despacho de 9 de junho de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, ...
Despacho de 9 de junho de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Pedro Álvares Diniz (s.d.), ministro das Relações Exteriores, no qual acusa o recebimento da nota do ministro informando sobre sua nomeação e apresenta seus cumprimentos.
Despacho de 27 de julho de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil,...
Despacho de 27 de julho de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Pedro Álvares Diniz (s.d.), no qual informa o envio, em anexo, da carta do naturalista Auguste de Saint-Hilaire, em que este solicita ao governo brasileiro permissão para o desembarque, sem o pagamento de tarifas, de caixas contendo objetos de história natural.
Carta nº 27, de 18 de agosto de 1821, de Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, mini...
Carta nº 27, de 18 de agosto de 1821, de Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, endereçada a Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, na qual relata ter recebido com pesar e preocupação as notícias de motins contra o governo brasileiro na capital e nas outras províncias. Solicita ao Cônsul para limitar-se a manutenção de suas funções como encarregado de negócios, caso haja um rompimento definitivo entre Brasil e Portugal. Pede ao cônsul que haja duas séries de correspondências, uma política e outra consular.
Despacho nº 123, de 4 de setembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França ...
Despacho nº 123, de 4 de setembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual comunica a chegada da embarcação La Sapho ao Rio de Janeiro no dia 22 de agosto, e a partida no dia 2 de setembro, comandada pelo capitão de navio, De La Salle d’Harader. Informa que o referido capitão manifestou a vontade de apresentar suas homenagens ao Príncipe Regente e que este o recebeu no dia 26, às 13h, no Palácio da Boa Vista.
Despacho nº 125, de 4 de setembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França ...
Despacho nº 125, de 4 de setembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual acusa o recebimento da carta de 2 de maio, anunciando sua nomeação como cavaleiro da Ordem Real da Légion D’Honneur.
Despacho nº 127, de 19 de setembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França...
Despacho nº 127, de 19 de setembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual informa o envio do exemplar nº 78 da Gazeta, datado de 30 de outubro, juntamente com a tradução, comentando a respeito das ideias liberais do Príncipe Regente. Conclui serem inconvenientes e revoltantes as opiniões do Príncipe após a viagem de seu pai. Lamenta a negligência que presidiu a educação do Príncipe real e o isolamento completo em que este se encontrava no meio de circunstâncias políticas tão difíceis até mesmo para um regente experiente.
Despacho de 22 de setembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Bras...
Despacho de 22 de setembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual consta a tradução do “Aviso aos habitantes da cidade” – Alerta Português. O aviso diz que após gritos de saudação ao príncipe no teatro, os verdadeiros portugueses devem evitar cair na armadilha que os infames satélites do antigo despotismo lhes prepararam ao incutir a ideia de um reino independente de Portugal.
Cópia do despacho de 26 de setembro de 1821, de Lainé, Cônsul da França em Pernambuco, endereçado...
Cópia do despacho de 26 de setembro de 1821, de Lainé, Cônsul da França em Pernambuco, endereçado a Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, no qual relata a instalação, no dia 29 de agosto, de uma Junta Provisória na vila de Goiana, região norte da Província de Pernambuco.
Despacho nº 140, de 15 de novembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França...
Despacho nº 140, de 15 de novembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual relata que, no seu ponto de vista, a anarquia progredia e a tendência geral dos últimos movimentos revolucionários conduziam à independência. Comenta que, segundo a população, se a sede do governo e da representação nacional não se estabelecessem no Brasil, seria necessária sua separação de Portugal. Anuncia a partida dos deputados nomeados pela Província de São Paulo para as cortes de Lisboa. Acrescenta que os mesmos receberam da Junta da dita província instruções visivelmente tendenciosas à independência.
Despacho de 16 de novembro de 1821, de Jacques-Marie Aymard (s.d.-1837), Conde de Gestas, endereç...
Despacho de 16 de novembro de 1821, de Jacques-Marie Aymard (s.d.-1837), Conde de Gestas, endereçado ao secretário da embaixada, no qual relata que a situação política do Brasil e a certeza de que o Barão Hyde de Neuville não viria ao Rio de Janeiro o obrigam a solicitar novas instruções para guiar sua conduta.
Carta nº 1, de 13 de novembro de 1821, de Perrey, tenente de navio, dirigida ao contra-almirante ...
Carta nº 1, de 13 de novembro de 1821, de Perrey, tenente de navio, dirigida ao contra-almirante Jacob, na qual anuncia seu embarque a bordo do navio Jean-Bart, em 13 de novembro, às 10h30. Relata um desentendimento com uma embarcação portuguesa que estava impedindo sua saída do porto.
Cópia da carta nº 3, de 14 de novembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da Fr...
Cópia da carta nº 3, de 14 de novembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçada ao ministro Francisco José Vieira, na qual comunica a queixa do tenente Perrey, relativa a um desentendimento com uma embarcação portuguesa que estava impedindo sua saída do porto. Maler informa que tomou conhecimento de tal queixa através da carta do contra- almirante Jacob.
Despacho nº 146, de 29 de novembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França...
Despacho nº 146, de 29 de novembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual comunica o recebimento da carta de 28 de agosto anunciando a criação de um consulado no Maranhão e outro no Pará, tendo sido nomeados para os dois referidos consulados, Malulin e Dannery, respectivamente. Informa o anuncio dessas nomeações ao ministro brasileiro.
Despacho nº 151, de 30 de dezembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França...
Despacho nº 151, de 30 de dezembro de 1821, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual relata que a maioria dos brasileiros não era a favor da partida de D. Pedro para Lisboa e existia a intenção do envio de uma petição solicitando a continuação de sua estadia no Brasil. Comenta que D. Pedro e sua esposa estavam dispostos a aproveitar todas as circunstâncias para atrasar a viagem.
Despacho nº 153, de 11 de janeiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França ...
Despacho nº 153, de 11 de janeiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual comunica a visita de uma delegação, composta de representantes do povo, ao Palácio da Boa Vista, na presente data, para solicitar ao Príncipe Regente que continue no Brasil. Neste dia, D. Pedro declarou que não cumpriria as ordens das cortes portuguesas e ficaria no Brasil.
Despacho nº 155, de 13 de janeiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França ...
Despacho nº 155, de 13 de janeiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual comunica o pedido feito pelo Príncipe Regente, às juntas de São Paulo e Minas para que as tropas disponíveis fossem enviadas ao Rio de Janeiro. Relata insurreições de escravos no distrito de Campos. Conclui que o Príncipe Regente, ao optar por ficar no Brasil, tornou-se bem quisto pelos brasileiros e poderia vislumbrar uma bela carreira.
Despacho nº 159, de 24 de janeiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França ...
Despacho nº 159, de 24 de janeiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual solicita em caráter extraordinário, uma estadia em Portugal para tratar de assuntos referentes ao governo. Demonstra acentuada preocupação a respeito das consequências negativas causadas pela extradição de um diplomata estrangeiro, principalmente no que se refere à relação entre a Europa e o corpo brasileiro. O Cônsul francês também comenta, em um primeiro momento, sobre populares insatisfeitos que pedem a suspensão de acordos. Em um segundo momento, solicita cópias de artigos oficiais que oficializam o suporte de tropas na província do Rio de Janeiro.
Carta nº 160, de 24 de janeiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no ...
Carta nº 160, de 24 de janeiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçada a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, na qual parabeniza a chegada do primeiro-Ministro e o nascimento de seus filhos. Comunica a saída da Princesa Real do asilo Casa de Santa Cruz e retrata a troca positiva entre os corpos diplomáticos, devido ao novo tratado. Destaca a batalha recente em Portugal e o êxito que tiveram, ressaltando o general D’Avilles, Le Brigadier Carreti e todos os chefes de Estado.
Cópia da nota de 5 de fevereiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no...
Cópia da nota de 5 de fevereiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçada ao ministro José Bonifácio de Andrada e Silva (1763-1838), na qual comunica o recebimento da carta remetida pelo referido ministro.
Despacho nº 163, de 8 de fevereiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França...
Despacho nº 163, de 8 de fevereiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado a Étienne Denis Pasquier (1767-1862), Barão Pasquier, ministro e secretário de Estado no departamento de Relações Exteriores, no qual relata as perdas na batalha recente contra Portugal, ressalta que faltou tempo necessário para realizar o embate com tropas portuguesas. Comenta também sobre a precariedade da comunicação deste lado do mar com o alto comissariado. Por fim, versa sobre a crise atual e sobre a sua retirada do centro da cidade para visitar outros lugares do interior.
Carta nº 3, de 27 de fevereiro de 1822, endereçada a Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da ...
Carta nº 3, de 27 de fevereiro de 1822, endereçada a Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, na qual o emissor destaca a sua preocupação em relação à difícil situação política em que o Brasil está exposto.
Despacho nº 172, de 11 de março de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no...
Despacho nº 172, de 11 de março de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado ao Visconde de Montmorency, ministro das Relações Exteriores, no qual relata a rápida adaptação da família real na capitania, além das descrições de passeios, tanto no centro da cidade como em outras províncias.
Despacho nº 179, de 25 de março de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no...
Despacho nº 179, de 25 de março de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado ao Visconde de Montmorency, ministro das Relações Exteriores, no qual relata o número de perdas em território brasileiro, tais perdas são a consequência do não aumento efetivo das tropas parisienses.
Despacho nº 182, de 8 de abril de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no ...
Despacho nº 182, de 8 de abril de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado ao Visconde de Montmorency, ministro das Relações Exteriores, no qual relata sobre as diversas manifestações e agitações que reverberam na capital. Destaca a popularidade do ministro Andrade, juntamente com a influência do Príncipe Regente, mas informa que a situação na Província do Rio de Janeiro é exaustivamente crítica.
Despacho nº 185, de 29 de abril de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no...
Despacho nº 185, de 29 de abril de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado ao Visconde de Montmorency, ministro das Relações Exteriores, no qual destaca a necessidade urgente de estabilizar a Província de Minas Gerais, devido às numerosas manifestações na capital. Maler acredita que os mineiros demandam por Proclamação e que, desde seu retorno ao Rio de Janeiro, as complicações na Província de Minas têm se agravado cada vez mais.
Despacho nº 187, de 4 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no B...
Despacho nº 187, de 4 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado ao Visconde de Montmorency, ministro das Relações Exteriores, no qual destaca as importantes medidas tomadas pelo Príncipe Regente durante sua estada na Província de Minas. Relata que a agitação na Província de Minas está visivelmente mais calma e controlada, no entanto, é visível que a maior parte da população brasileira deseja a independência. Maler aponta que muitos decretos foram organizados pelas juntas provinciais durante a estada do Príncipe Regente em Minas.
Despacho nº 188, de 7 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no B...
Despacho nº 188, de 7 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado ao Visconde de Montmorency, ministro das Relações Exteriores, no qual destaca a nomeação do Vice-cônsul do Maranhão. Maler sugere que Danny envie um de seus representantes à Província do Maranhão ao invés de ir pessoalmente, pois a distância entre o centro da capital e a província do Maranhão era grande demais.
Cópia da nota de 8 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Bras...
Cópia da nota de 8 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçada ao ministro José Bonifácio de Andrada e Silva (1763-1838), na qual noticia a partida da equipe do general Lecor. O Cônsul também comenta sobre uma reclamação oficial feita pelo capitão Alagrent, a respeito da evasão militar.
Despacho nº 191, de 14 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no ...
Despacho nº 191, de 14 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado ao Visconde de Montmorency, ministro das Relações Exteriores, no qual comenta sobre a importância da exportação de caixas resistentes para transporte. Maler também escreve ao ministro Andrada para que autorize a exportação que será mediada pela madame Neuville.
Carta de 20 de maio de 1822, de Jacques-Marie Aymard (s.d.-1837), Conde de Gestas, na qual coment...
Carta de 20 de maio de 1822, de Jacques-Marie Aymard (s.d.-1837), Conde de Gestas, na qual comenta sobre a posição política do Brasil e a necessidade da volta de visitantes à embaixada na França, a fim de que se estabeleça a normalidade.
Carta de 22 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, end...
Carta de 22 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado ao Visconde de Montmorency, ministro das Relações Exteriores, no qual informa que recebeu autorização para deixar sua residência no Brasil. O Cônsul francês também relata o recebimento de um convite para a resolução do Príncipe, e termina dizendo que viveu na província durante 7 anos por causa do clima e do trabalho, mas que deseja partir.
Carta de 22 de maio de 1822, de Ministério da Marinha e dos Negócios da Colônia, mensagem extraíd...
Carta de 22 de maio de 1822, de Ministério da Marinha e dos Negócios da Colônia, mensagem extraída do fragmento da epístola do comandante do brigue Breton de Nautes, Visconde da Bahia. Na Carta, o referido comandante relata que chegou à província de Pernambuco em 17 de fevereiro, e notou o aumento das tropas no local. Tais tropas tinham a finalidade de reforçar a província e de trazer estabilidade.
Despacho nº 197, de 25 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no ...
Despacho nº 197, de 25 de maio de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado ao Visconde de Montmorency, ministro das Relações Exteriores, que consiste na tradução de uma carta do Príncipe Regente. A referida carta menciona que o Príncipe ofertou o título de defensor perpétuo do Brasil a Maler.
Despacho nº 162, de 7 de fevereiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França...
Despacho nº 162, de 7 de fevereiro de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.), Cônsul-geral da França no Brasil, endereçado ao Visconde de Montmorency, ministro das Relações Exteriores, no qual aborda, dentre outros assuntos, a partida da família real, deixando a Província do Rio de Janeiro. Maler também comenta sobre a situação das tropas portuguesas e a chegada de fragatas vindas de Paris oferencendo seus serviços à Junta das Forças Armadas.
Despacho de 1º de junho de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.-s.d.), cônsul-geral da França no Br...
Despacho de 1º de junho de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.-s.d.), cônsul-geral da França no Brasil, ao Visconde de Montmorency, ministro das relações exteriores, na qual relata que o Colégio Eleitoral da cidade do Rio de Janeiro se reuniu para nomear dois procuradores gerais por ordem datada de 16 de fevereiro de 1822 do Príncipe Regente, D. Pedro I (1798-1834). A sessão eleitoral deveria ser composta por 150 membros, sendo que somente 90 compareceram. Foi nomeado José Mariano Azevedo Coutinho, com 12 votos, e Francisco Ledo, com 10 votos. Maler informa que neste mesmo dia recebeu a notícia de uma sedição em São Paulo, em que o povo exigia a expulsão de dois membros da Junta da Província, sendo um deles Martin Francisco de Andrada.
Despacho de 10 de junho de 1822, do ministro das relações exteriores da França, a Jean-Baptiste M...
Despacho de 10 de junho de 1822, do ministro das relações exteriores da França, a Jean-Baptiste Maler (s.d.-s.d.), cônsul-geral da França no Brasil, no qual comunica que havia autorizado através de uma carta de 27 de fevereiro de 1822, o cônsul francês de partir da cidade do Rio de Janeiro, após o egresso do Príncipe Regente, que na ocasião voltaria à Europa. Porém, a viagem do Príncipe não aconteceu, e o cônsul teve que permanecer na cidade.
Despacho de 10 de junho de 1822, do ministro das relações exteriores da França, a Jacques-Marie A...
Despacho de 10 de junho de 1822, do ministro das relações exteriores da França, a Jacques-Marie Aymard (s.d.-1837), Conde de Gestas, no qual informa o afastamento do cônsul Jean-Baptiste Maler (s.d.-s.d.) e designa o conde de Santos como seu substituto provisório.
Correspondência de 10 de junho de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.-s.d.), cônsul-geral da Franç...
Correspondência de 10 de junho de 1822, de Jean-Baptiste Maler (s.d.-s.d.), cônsul-geral da França no Brasil, ao Visconde de Montmorency, ministro das relações exteriores, no qual Maler menciona instruções recebidas na data de 18 de agosto de 1821 do predecessor do referido ministro. As instruções diziam para que o cônsul francês não oscilasse entre as funções de encarregado de negócios e cônsul geral devido aos últimos acontecimentos que desfaziam, nitidamente, os laços entre Brasil e Portugal.
Resultados 1 a 50 de 3338